Quarta-feira, 27 de Março de 2013

CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE

 

"Um pouco de ti pode ser muito para os outros"

 

A campanha de solidariedade conduzida pelo Núcleo da Fraternidade de Santa Maria da Graça (Escutismo adulto), Setúbal, em todos os 4ºs Domingos de cada mês, junto da capela do Bonfim e nas paróquias de São Julião e Sta. Maria da Graça, no passado mês de Fevereiro ultrapassou todas as espectativas, fruto da boa vontade e do desprendimento de alguns bens que temos em excesso e que, sabendo que há irmãos mais necessitados, queremos partilhar.

É tempo de Páscoa, estamos na Quaresma, e é com esse espirito que vivemos cada vez mais, olhando para o irmão que todos os dias precisa de nós.

Que o espirito de amor pelo que está ao nosso lado, continue sempre e que a boa vontade de todos, não seja só em tempo de Quaresma.

 

Obrigada pela solidariedade

 

 

SOMOS O QUE SOMOS POR AQUILO EM QUE ACREDITAMOS.

publicado por DR Setúbal às 17:12

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 6 de Março de 2013

A FNA CRESCE NO NÚCLEO DA BAIXA DA BANHEIRA


 

 

No passado dia 24 fevereiro de 2013, na Igreja da Baixa da Banheira, decorreu a Cerimónia de Investidura de  quatro novos elementos deste Núcleo da Fraternidade da Região de Setúbal.

A testemunharem este importante marco na vivência como  Escuteiros Adultos, estiveram presentes elementos da Direção Regional e de outros Núcleos da Região.

Como é apanágio sempre que a Fraternidade de Nuno Álvares se reune em atividade e festa, foram vividos momentos de verdadeira alegria, de partilha e fortalecimento do ideal escutista.

Em nome da Região, sejam bem vindos:

José Agostinho Gaspar Pereira
Nuno Miguel Rodrigues Gonçalves
Francisco Manuel Casimiro Alface
Osvaldo Pimenta Pina Gomes Ribeiro

Boa Caça

 

 

DR


 

publicado por DR Setúbal às 19:04

link do post | comentar | favorito
Domingo, 3 de Março de 2013

O MOVIMENTO ESCUSTISTA ESTÁ MAIS POBRE

 


 

 

Joaquim Alves Fernandes, o Chefe Quim, como todos os Escuteiros da Região de Setúbal o conheciam e apelidavam, nasceu em 22/7/1953, na Freguesia da Bismula – Sabugal, filho de José Maria Fernandes Monteiro e Maria da Piedade Alves Lavajo.

Frequentou durante dois anos a extinta Escola Primária da Bismula. Com o êxodo das nossas aldeias na década de sessenta do século passado, partiu para Setúbal com outros familiares à procura de melhor futuro, onde ali o encontrou.

Ali fez muitos percursos, sobretudo uma caminhada escutista de mais de quatro décadas. Fez a Promessa de Escuteiro do CNE, no Agrupamento 59 da Paróquia de S. Sebastião no ano de 1969. Passou pelo Agrupamento 62 da Ordem Terceira Franciscana, fazendo parte do CLAN nº1. Foi nomeado Caminheiro de Serviço no Agrupamento 64 da Camarinha – Setúbal. Iniciou as funções de dirigente escutista no citado Agrupamento 62 da Ordem Terceira Franciscana e mais tarde, cessando aquelas funções, ingressou no Agrupamento 415 de Santa Maria, com sede na Capela de Santo António, onde desempenhou as funções de chefe de grupo e de CLAN. Antes de se filiar na Fraternidade Nuno Álvares – Núcleo de Santa Maria – Região de Setúbal, esteve na Chefia dos Pioneiros no Agrupamento 64 da Camarinha.

Participou em diversos acampamentos internacionais, nacionais, regionais e de agrupamentos, principalmente na montagem de infraestruturas, entre outras actividades.

Também a ele se deve a feitura do Monumento dos Cem Anos da Fundação do Escutismo Mundial, instalado no Parque do Bonfim em Setúbal, sem nos esquecermos que lançou a semente, a ideia, para que um dia se fundasse um agrupamento de escuteiros em Aldeia de Joanes, o que hoje é uma realidade. Também, durante mais de trinta anos, foi doador de sangue.

No dia 26 de Fevereiro, após uma longa e dolorosa doença, que aceitou com muita resignação, partiu do Hospital de S. Bernardo de Setúbal, onde foi carinhosamente tratado, para o eterno Acampamento do Senhor.

O momento mais importante foi a Celebração da Eucaristia na Capela do Socorro, que foi pequena para acolher os familiares, a família escutista e muitos amigos, que se associaram a este piedoso ato. Presidiu a esta impressionante e emocionante cerimónia religiosa, o Padre João Rosa, capelão do Hospital de S. Bernardo, responsável pela Comissão Diocesana da Pastoral de Saúde e Assistente da Fraternidade Nuno Álvares da Região de Setúbal.

A Liturgia foi abrilhantada pelo Grupo Coral dos Escuteiros do Agrupamento 415 de Santa Maria, do qual o Chefe Quim foi dirigente. Para que toda a comunidade participasse, foi distribuído um guia orientador dos cânticos apropriados, que se iniciou com “ vamos caminhando lado a lado”. No Ofertório “ se o grão de trigo não morre na terra/ é impossível que nasça tudo”. Na Ação de Graças invocou-se: “Cristo, Senhor, És o Guia/Bom Pastor me conduz./Minha Vida e minha Luz/por Teus caminhos me guio/para louvor do Teu Nome”, finalizando com “ guia-nos Bom Pastor/Nas rotas a traçar/Faz de nós esse Homem Novo/De Cristo nos veio falar/É tempo de partir/Pois melhor do que lá chegar/É dobrar a tenda/E sempre caminhar.”

O Celebrante Padre João Rosa, diretor da Comissão Diocesana da Pastoral de Saúde, proferiu palavras significativas de quem conhece profundamente o movimento escutista, prestando justa homenagem ao Chefe Quim, como era conhecido por todos: “É com imensa dor e angústia que vemos partir este nosso irmão escuteiro. Quando parte um dos nossos, da nossa família escutista, é um pouco de nós que parte”.

O nosso Chefe Quim passou por diversos Agrupamentos da cidade de Setúbal, deixando a muitos jovens a mensagem do Fundador Baden Powell:” … procurai deixar o mundo melhor do que o encontraste”. Este foi o lema que o Quim, O Chefe Quim, procurou viver, ensinar e formar durante dezenas de anos com jovens escuteiros em Setúbal. Aí deixou valores e sinais de fraternidade, solidariedade e disponibilidade para com os outros, como provam as inúmeras mensagens de apreço recebidas e expostas em diversos meios.

A nossa Fé tem de ser forte. A morte é sempre consequência do pecado, é sempre sinal das nossas fragilidades. Mas o nosso Deus é um Deus vivo, que nos mandou o seu Filho, que se fez homem, sofreu, passou pela morte, mas ressuscitou. Também nós vamos ressuscitar em Jesus Cristo. Também S. Paulo, na Carta aos Coríntios, nos fala da tenda que nos serve de habitação aqui na terra. O nosso tempo depende de como vivemos numa tenda. Nós que envergamos esta farda, que usamos este lenço, sabemos muito bem como é viver na tenda nos nossos acampamentos. Sabemos que essa vivência é temporária e passageira. A nossa vida é uma caminhada, é um jogo de pistas, que todos temos a descobrir. Convivemos com a mãe natureza, com os homens e com Deus, que nos receberá com os braços abertos se soubermos escolher bem essas pistas.

 A mensagem evangélica de S. João dá-nos tudo: “ todos os que o Pai me confia, vêm ter comigo e Eu não rejeitarei nenhum deles. A vontade daquele que me enviou é que os ressuscite no último dia”.

Na tarde de sol do dia 27 de Fevereiro, pela última vez o Chefe Quim envergou a farda de escuteiro e, como sinal de pobreza e desprendimento, à semelhança de Francisco de Assis, quis partir descalço. Puro na vida, puro na morte. Pela última vez, concretizou um raide pela Mãe-Serra, a sua querida Arrábida, que Sebastião da Gama, cantou em tantos poemas, e o Chefe Quim inúmeras vezes partilhou acampamentos, experiências, pedagogias e actividades escutistas. Aí viverão as suas cinzas em profunda comunhão com a Natureza, tantas vezes o outro nome de Deus.

A memória dos Homens costuma ser curta, por isso peço que não esqueçamos este Irmão Escuteiro, que prestou de forma completamente desinteressada e voluntaria tantos serviços e dádivas a um movimento que ligou  e entrelaçou tantas vidas.

Nesta hora de profunda tristeza e dor, perdi um IRMÃO de sangue e partiu um IRMÃO escuteiro, partiu o CHEFE QUIM, O NOSSO QUIM, para o eterno Acampamento do Senhor. Cinza é, mas cinza amada. 

 

Por

António Alves Fernandes

Aldeia de Joanes

Março/2013


 

 

 

 

publicado por DR Setúbal às 22:44

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. PROCISSÃO DO CORPO DE DEU...

. PROCISSÃO DAS VELAS - PAR...

. PEREGRINAÇÃO A FÁTIMA

. ACARTEJO 2014 / ACANAC 20...

. ACARADIO 2014

. RECOLHA DE ALIMENTOS NÚCL...

. DIA DE B.P. NÚCLEO S. J. ...

. PEREGRINAÇÃO A FÁTIMA

. PEDIDO DE COLABORAÇÃO

. "PASSAGEM DE ANO - FNA NÚ...

.arquivos

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Junho 2008

. Maio 2008

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds